Pérolas da Discoteca

domingo, maio 05, 2013

Hoje resolvi voltar à falar sobre música lounge, como todos sabem a Disco Music voltou com tudo na Europa, já existe o gênero Nu-Disco com composições totalmente novas, mas com ritmos que lembram as executadas nos anos 70. 

Para falar mais sobre esse gênero, nada melhor do que citar a coleção Disco Discharge da Harmeless Records, idealizada por Mr. Pinks em 2009, cansado de ouvir coletâneas comuns e sem criatividade, ele resolveu lançar 4 volumes com dois CDs, com verdadeiras pérolas e raridades da era Disco, desde o início nos anos 70   até o seu fim nos anos 80. Algumas faixas da coleção, nunca haviam sido antes lançadas em CD. 
O resultado foi que o Disco Discharge fez um sucesso enorme e considerada pelos especialistas e críticos de música como a melhor coletânea da Disco Music dos últimos tempos. Esse sucesso, estimulou Mr. Pinks a lançar mais álbuns a cada ano. Vamos conhecer cada um deles:


Disco Classic (2009) - O primeiro álbum da coleção traz clássicos conhecidos como Got To Be Real com Cheryl Linn e Cherchez La Femme/Se Si Bon com a Dr Buzzard´s Original Savannah Band. Traz também Esther Phillips com What a difference a day made e Johnny Mathis com Gone Gone Gone, cantando músicas disco pela primeira vez em suas carreiras.


Disco Ladies (2009) - O segundo álbum da coleção traz sucessos gravados por mulheres, temos os conhecidos como More, More More do Andrea True Connection e Spacer de Sheila & B. Devotion. Destacam-se as faixas Bring On The Love (Why Can't We Be Friends Again) de Gloria Jones, You Fooled Around de Sister Slegde e Get On Up And Do It Again de Suzy Q.


Euro Disco (2009) - O terceiro álbum da coleção temos o melhor da discoteca na Europa, traz sucessos conhecidos From Here To Eternity de Giorgio Moroder conhecido como o precussor do Techno e também Margherita de Massara. Destacam-se as faixas com a disco dos anos 80 como P Machinery do Propaganda, Angel in My Pocket do Change e Magic Fly do Space.

Gay Disco & Hi NRG (2009) - O quarto volume é dedicado às discotecas frequentadas pelo público gay, temos faixas conhecidas como Gloria de Laura Branigan, sucesso nos anos 80, apareceu até no filme Flashdance, mas não fez parte da trilha sonora do filme. O álbum duplo tem canções com conteúdos picantes e explícitos levando até um selo de advertência, com músicas nunca vistas antes em CD.



European Connection (2010) - Depois do sucesso dos primeiros 4 álbuns, chegam os novos álbuns da coleção Disco Discharge em 2010. 
O álbum apresenta músicas em versões longas, que aparecem pela primeira vez em CD. Temos alguns sucessos conhecidos como Sandstorm por La Bionda, From West to East por Voyage e If Weren´t  Afraid por Giorgio Moroder.


Diggin Depper (2010) - O álbum traz algumas faixas do proto-disco, ou seja músicas que tem registros do estilo discoteca mas que foram gravadas no início dos anos 70, antes do gênero se tornar amplamente e popularmente conhecido como as faixas: I´m in Heaven por Touch  of Class, a versão instrumental de Weekend por Mick Jackson e Quiet Village por The Richie´s Family.



Pink Pounders (2010) - Dedicado às discotecas gay dos anos 70 e 80, se destacam faixas como: The Ultimate Warlord por The Immortals, I Don't Want To Lose You por Lime e pela primeira vez em CD, Don´t Leave That Boy Alone por Poussez.


Disco Boogie (2010) - Esse volume mostra a influência do funk, soul e boogie jams na Disco Music, inclui raridades como as faixas: I'd Like To by Feel, Rescue Me por Sybil Thomas, Inner Feelings por Cashmere, You Make It Heaven por Terri Wells, Night Cruiser por Deodato e Straight Ahead por the Nick Straker Band.



Disco Fever Usa (2011) - Esse álbum faz parte de mais uma nova coleção de álbuns do Disco Discharge, lançada em 2011 e traz músicas dos primórdios da discoteca americana, destacam se as faixas: Sunshine Hotel por Richard T. Bear, Why Must A Girl Like Me por Claudja Barry, Love Dancing por Marlena Shaw e pela primeira vez em CD, a faixa You´re the Fire, por Cissy Houston, a mãe da cantora Whitney Houston. 



Euro Beats (2011) - O álbum é dedicado às discotecas e danceterias da Europa nos anos 80, destacam-se as faixas Dolce Vita por Ryan Paris, Desert Place por The Twins, Atlantis is Calling (S.O.S. for Love) por Modern Talking e Danger for Love por Deborah.



Mondo Disco (2011) - O álbum traz faixas em versões longas e inéditas em CD, com músicas das discotecas dos Estados Unidos e toda Europa. 
Destacam-se as faixas: Got A Feeling por Patrick Juvet, Body to Body por Gepy & Gepy, Hypnodance por  Who´s Who e African Blood por Supermax.



Cruising the Beat (2011) - O volume é mais um dedicado aos hits tocados nas discotecas gays, temos faixas  conhecidas como: Can´t Take My Eyes of You por Boys Town Gang e Vertigo/Relight My Fire por Don Hartman.
Temos faixas inéditas em CD como: Sound of My Heart por Sleeping Lions e This Girl´s Back in Town por Raquel Welch.


American Hot (2012) - O álbum inaugura mais um série de quatro em 2012 e traz verdadeiras preciosidades da disco americana. destacam-se as faixas: Are Ready for This por The Brothers, Superman por Herbie Mann, Sexy Cream por Slick, ainda temos faixas de cantores consagrados como What A Fool Believes por Aretha Franklin, Sugar and Spice por Luther Vandross, Fill Me Up (Heart To Heart) por Andrea True Connection.


Disco Exotica (2012) - O álbum é dedicato ao lado mais excitante da Disco Music, traz faixas conhecidas em versões longas como : Dancin The Night Away por Voggue e que fez muito sucesso no inicio dos anos 80, temos também In A Gadda Da Vida / Garden of Eden por Disco Circus, a versão discoteca da música do Iron Butterfly, Born To Be Alive por Patrick Hernandez.


Disco Europa (2012) - O volume traz hits das discotecas e danceterias da Europa, dando enfoque ao Italo Disco dos anos 80, temos faixas bem conhecidas e em versão longa como: Tarzan Boy por Baltimora e Puttin´On The Ritz por Taco. 




Midnight Shift (2012) - Outro volume dedicado aos embalos gays de sábado à noite, o álbum traz faixas que sempre tocavam depois da meia noite, por toda a madrugada, daí o título do CD. Destacam-se as faixas: My Knight is Black Leather por Bette Midler, Lady Night por Patrick Juvet, Candy Love por Lilli & Sussie e as conhecidas dos anos 80: Earthquake por The Flirtations e Voyeur por Kim Karnes, todas em versões longas, inéditas em CD.

You Might Also Like

0 comentários