1978 da novela "Boogie Oogie"

sábado, agosto 02, 2014


Boogie Oogie pretende levar o telespectador de volta ao Rio de Janeiro do fim dos anos 1970,quando John Travolta era o rei da disco, com Embalos de Sábado à Noite, e o Brasil queria saber quem havia matado Salomão Ayala. Na política, vivia-se o fim do AI-5, marcando o início da abertura política, e no esporte o Brasil chorava a saída da Copa, da qual a Argentina foi a grande vencedora. Nesse contexto, o telespectador vai acompanhar a história de duas famílias que, anos depois, vão sofrer o impacto da troca de seus bebês.

Boogie Oogie é de autoria de Rui Vilhena, moçambicano que viveu no Brasil e em Portugal e é responsável pelos recentes sucessos da teledramaturgia portuguesa, graças à sua busca por temas polêmicos e cuidado especial com a qualidade dos seus textos. Em 2011, foi convidado por Aguinaldo Silva para se juntar ao time de colaboradores de Fina Estampa.

Sob a direção de núcleo e geral de Ricardo Waddington, o autor promete um folhetim clássico, com texto ágil e dinâmico, revelando uma grande história de amor, na qual relações começarão, terminarão e serão reescritas por força do destino.

Vamos fazer uma pequena viagem no tempo e conhecer um pouco do que foi o ano de 1978.



Em 78, o Brasil estava sob o regime militar, o general Ernesto Geisel governava o país nessa época, foi responsável por extinguir o AI -5, o ato institucional mais duro da ditatura. Com o seu II Plano Nacional de Desenvolvimento, aumentou a dívida externa e acabou gerando uma hiperinflação. Governou o país até o dia 15 de Março de 1979, quando assumiu o sucessor, o General João Figueiredo, o último presidente do regime militar.



Nessa época, a moeda do país era o Cruzeiro, geralmente trazia uma figura da história do Brasil. Quando saiu a nota de 1000 Cruzeiros, foi apelidada de Barão, pois trazia a efigie do Barão do Rio Branco.


Em 6 de Agosto de 1978, falecia o Papa Paulo VI. O seu sucessor, João Paulo I, eleito em Setembro, ficou no Pontificado apenas 33 dias, vindo a falecer também, com isso foi eleito João Paulo II para a sucessão em Outubro daquele ano.


Com certeza um dos fatos marcantes de 78 foi a Copa do Mundo, realizada na Argentina. A seleção brasileira era formada por: 
1 Leão • 2 Toninho • 3 Oscar • 4 Amaral • 5 Toninho Cerezo • 6 Edinho • 7 Zé Sérgio • 8 Zico • 9 Reinaldo • 10 Rivellino • 11 Dirceu • 12 Carlos • 13 Nelinho • 14 Abel • 15 Polozzi •16 Rodrigues Neto • 17 Batista • 18 Gil • 19 Jorge Mendonça • 20 Roberto Dinamite • 21 Chicão • 22 Waldir Peres • Treinador: Cláudio Coutinho
Havia muitas suspeitas que essa Copa foi arranjada, já que o pais sede venceu o campeonato, a Argentina também vivia sob o regime militar do General Jorge Videla, e a vitória da seleção argentina, serviria para compensar a forte repressão que o povo sofria.
A seleção brasileira fica em 3º lugar, vencendo a Itália por 2 X 1.


Gauchito, mascote da Copa 78

Seleção Brasileira em 1978

Argentina campeã do Mundo em 78

O que era moda em 1978? Nessa época, vivia se a efervescência e o hedonismo das discotecas, tinha roupas para todos os gostos, as industrias de confecções estavam se aprimorando e lançando a moda pronta para vestir, também conhecido como o Prét-a-Porter. Em 78, todo mundo tinha a sua costureira de confiança ou aquela amiga ou parente que fez curso de corte de costura, era muito comum ganhar cortes de tecidos e mandar fazer roupas. 


Os jeans em 78 começaram a vestir melhor, com os processos de amaciamento e a introdução do elastano na fibra, o que deixava as calças com um melhor caimento e aderente ao corpo na medida certa.






Para por os pés na pista de dança, o sapato tinha que ter estilo e vida própria. O salto plataforma estava com tudo, sendo usado por homens e mulheres, fazendo alegria de quem era baixinho.

Outro item indispensável em uma pista de dança era um belo par de botas, se fosse metálica então era show!

Não podemos esquecer dos patins estilosos para discoteca 


Sandálias com saltos de madeira, também os clogs eram o máximo em 78


Esses eram calçados que estavam nos pés dos homens em 1978

O artesanal tinha o seu espaço em 78, com blusas e tops feitas em macramê com fios metálicos pra brilhar nas pistas da discoteca. 

Uma noiva em estilo hippie, com uma coroa de flores na cabeça


Até a Barbie entrou no ritmo da Disco 


O hedonismo das discotecas pedia o desbunde, uma moda que fazia o jogo de esconde e mostra os corpos que transpiravam sensualidade



Rachel Welch pronta pra soltar o corpo na discoteca 


Crochê em 78 tinha o seu espaço na moda 





Calças de brim colorido com boca de sino eram muito usadas no cotidiano 



"Tomara Que Caia" era outro hit da moda em 78


Lingerie feminina em 1978 



Camisetas bordadas com miçangas eram muito usadas 




Camisetas não eram apenas um peça do vestuário, mas tinha que estampar o estilo de vida e a filosofia de quem a usava, uma pessoa poderia até ser presa pelo regime militar caso usasse uma camiseta com uma mensagem que eles julgassem ser subversiva.








Toda mulher deve ter tido uma saia longa rodada em seu guarda roupa, com estampas florais. Faziam muito sucesso.


Para as mais recatadas, blusas românticas com lacinhos e jabôs.


Para as cocotinhas, como eram chamadas as garotas moderninhas, conjunto de shorts e camiseta, um look muito visto nas Roller Disco, discotecas com pistas de patinação.


Vestidinhos românticos com estampas e detalhes delicados, também estavam alta naquela época. 



O jeans pré-lavado surgia como uma novidade, encolhia menos e era macio.

A manga morcego e o plissado faziam a cabeça da mulherada que queria arrasar nas pistas de dança


Macacões com decotes generosos também era um verdadeiro frisson em 78, em cetim ou seda. 


O look discoteca também pedia muito brilho com tecidos metálicos. 





Virar o centro das atenções era o que todo mundo queria, quando saia para os embalos de sábado à noite. A pessoa poderia até ganhar um Oscar por um visual original e extravagante.




A moda unissex como era conhecida nos anos 70, vestia homens e mulheres em pé de igualdade.

Camisas de poliéster com colarinho pontudo, era um item obrigatório para os homens em 78 

 Fumar nos dias de hoje é politicamente incorreto, mas em 78 era um charme.




 As discotecas eram redutos de minorias discriminadas pela sociedade nos anos 70, gays, lésbicas e negros tinham seu espaço garantido. Os homens começaram a mostrar mais o seu sex-appeal com peças ousadas em seu guarda roupa.


O sexismo dos anos 70 permitiam despir os homens mesmo que fossem para um anúncio de meias


Em 78, havia o hábito de se combinar a cueca com a camisa.







Vamos conhecer o que era moda em cabelos em 1978

Um corte de cabelo que fez a cabeça de mulheres e homens em 78 foi o Pagem ou popularmente conhecido como "tigelinha". Quem lançou essa moda foi a atriz britânica Joanna Lumey, no Reino Unido era conhecido como corte Purdey e nos Estados Unidos como Page Boy.



Toda mulher em 78, ficava horas fazendo escova no cabelo, porque isso era moda, escovar tudo pra fora e depois fixar com um bom laquê.

 Quem tinha medo de fazer um corte de cabelo, poderia recorrer à uma peruca Kanekalon


O Black Power celebrava a negritude, o mercado afro começava a dar os primeiros passos. O corte volumoso agradou até os brancos, que faziam até permanente pra ficar com o cabelo nesse estilo. 





Jeryl Hall usando cabelos cacheados, todo penteado em 78 tinha que ter textura e volume.
Havia o mal cheiroso permanente nos salões de beleza que não deixavam as madeixas desmancharem.


Outro corte de cabelo que fez as cabeças em 78, foi o Shag. Um corte em degraus que deixava o cabelo desfiado, como usados pela atriz Jane Fonda e a cantora Joan Jett.



O corte Shag também foi usado pelos homens, como no caso do ator John Travolta.

Em 78, a moda entre as adolescentes era fazer trancinha e coquinhos, havia a moda Indio-look, que era usar o cabelo solto com uma trança na lateral.



Não poderia deixar de falar do corte de cabelo em camadas usado pela atriz Farrah Fawcett, nos Estados Unidos esse corte se chamava Wings. Aqui no Brasil se chamou corte Pantera em referência ao seriado de TV da época.



A maquiagem em 78 era pesada, os olhos eram bem delineados e esfumaçados, com sombras metálicas, bastante rimel e nos lábios, além do batom, costumava-se aplicar uma camada generosa de gloss por cima.




Em 78, bigodes estavam em alta, era sinônimo de virilidade.

Passeando pelas bancas de revistas em 78, poderíamos encontrar essas:








A discoteca bombava tanto nessa época que virou álbum de figurinhas com os cantores e bandas da musica Disco





Se você entrasse em um supermercado, veria esses produtos:













Tampinhas da Pepsi com a coleção HB78


Nas ruas, alguns carros que você veria circulando em 78, eram esses:







Se você passasse em frente ao cinema em 1978, veria esses filmes em cartaz:

Os Olhos de Laura Mars



Febre de Juventude

Castelos de Gelo

Invasores de Corpos

Tubarão 2

Alguém matou seu marido


Ainda bem que é Sexta-feira

O Mágico Inesquecível
O Franco Atirador

Expresso da Meia Noite


Na televisão, era isso que era exibido em 78:

 Corrida Espacial


 O anime Pinóquio na TV Tupi


 O anime Marco na TV Tupi


Clube do Mickey na TV Tupi

 As Novas Aventuras do Popeye

Desenhos da Hanna-Barbera: Quarteto Fantástico, Jana da Selva, Corrida Espacial e Godzila 


O seriado Ilha da Fantasia 


As novelas da Rede Globo 


Os Robobos, que tinha os 3 Patetas

O Incrível Hulk

Disco Show, exibido as 16 h aos Sábados

O programa mensal Brasil Pandeiro com Betty Faria

O seriado Dallas

O seriado As Panteras


Na programação de TV em 02 de Agosto de 1978, a grade era:

Canal 4
08:00 - Coisas da Vida
09:00 - Telescola | Matemática
09:25 - Aula de Inglês
09:35 - Ciências
10:00 - Clube 700
11:00 - Vingadores do Espaço 
11:30 - Milton, o monstro
12:00 - Tupi nos Esportes 
12:30 - Ultra Seven
13:00 - Éramos Seis
13:40 - Comédia
14:30 - Guerra nos Planetas
15:30 - Patota
17:00 - Faixa Quente
18:00 - Festival Abbot & Costello
18:30 - Pinóquio
18:55 - O Bom Baiano
19:35 - O Direito de Nascer
20:20 - Roda de Fogo
20:45 - Grande Jornal
21:00 - Amália Rodrigues
22:00 - Os detetives
24:00 - Futebol

Canal 5
06:45 - Telecurso 2º Grau
07:00 - Bom Dia São Paulo
08:00 - Telecurso 2º Grau 
08:15 - TV Educativa
08:30 - Sítio do Picapau Amarelo
09:00 - Daniel Boone
10:00 - Viagem ao Fundo do Mar
11:05 - Mundo Animal
11:35 - Globinho
11:50 - Globo Cor Especial
12:40 - Globo interior
12:50 - Boletim da Copa
13:00 - Jornal Hoje
13:30 - Locomotivas
14:00 - Filme: O Tesouro do Barba Azul
16:00 - Tom & Jerry
16:30 - Faixa Nobre
17:15 - Globinho
17:30 - Sítio do Picapau Amarelo
18:00 - Gina
18:45 - Elefantástico
19:00 - Te Contei?
19:45 - Jornal Nacional
20:05 - Dancin Days
20:55 - As Panteras
21:55 - Jornalismo Eletrônico
22:00 - Sinal do Alerta
22:35 - Amanhã
22:50 - Isto é Hollywood
23:50 - Painel
24:00 - Filme: Mercador de Almas

Canal 7
10:55 - Madureza
11:45 - Futebol Internacional
12:00 - Telesporte
12:30 - É Tempo de Notícia
13:35 - Todos Cantam sua Terra
14:00 - Desenhos
18:00 - Ark II
18:30 - Minha Amiga Flicka
19:00 - Sete às Sete
19:15 - Loteria Esportiva
19:20 - Ferreira Netto
19:25 - Jornal da Noite
19:45 - Pica-Pau
19:55 - Honda
21:00 - Filme: Rota Gloriosa
23:00 - Retrato de Uma História
24:00 - Jornadas Históricas

Canal 13
11:30 - Reino Selvagem
12:00 - Desenhos
12:50 - Primeira Hora
13:30 - Revista Feminina
15:00 - Família Dó Ré Mi
15:30 - Xênia e Você
17:30 - Pulmann Jr.
18:00 - Maya
19:15 - Jornal da Bandeirantes
20:00 - James West
21:00 - Filme: Terra dos Faraós
24:00 - Filme: Assassinato em Roma


Em 78, o bom e velho disco de vinil ou LP como era conhecido, reinava absoluto. Cada lançamento era ansiosamente aguardado. As trilhas sonoras internacionais de novelas sempre estavam no topo das listas em vendagens.
Comprar um LP e chegar em casa para ouvir, era um prazer indescritível, um álbum novo era um bom motivo para convidar os amigos em casa para compartilhar o momento musical. 
Se você entrasse em uma loja de discos em 1978, com certeza veria esses álbuns de sucesso:
































Essas são as músicas mais tocadas em 1978:

1º Night Fever – Bee Gees
2º Outra Vez – Roberto Carlos
3º Força Estranha – Roberto Carlos
4º Sampa – Caetano Veloso
5º How Deep Is Your Love – Bee Gees
6º Don t Let Me Be Misunderstood – Santa Esmeralda
7º Dancin Days – Frenéticas
8º MacArthur Park – Donna Summer
9º Não Existe Pecado ao Sul do Equador – Ney Matogrosso
10º Cálice – Milton Nascimento & Chico Buarque
11º Emotion – Samantha Sang
12º Perigosa – Frenéticas
13º Shadow Dancing – Andy Gibb
14º Stayin Alive – Bee Gees
15º Folhetim – Gal Costa
16º We Are The Champions – Queen
17º A Noite Vai Chegar – Lady Zu
18º Café da Manhã – Roberto Carlos
19º Baby Come Back – Player
20º Grease – Frankie Valli
21º Os Amantes – Luiz Ayrão
22º You re The One That I Want – John Travolta & Olivia Newton-John
23º Just The Way You Are – Billy Joel
24º Todo Menino é Um Rei – Roberto Ribeiro
25º You re In My Heart – Rod Stewart
26º Get Off – Foxy
27º Three Times A Lady – Commodores
28º Float On – The Floaters
29º Macho Man – Village People
30º Bandeira do Divino – Ivan Lins
31º Gosto de Maçã – Wando
32º We re All Alone – Rita Coolidge
33º Dance A Little Bit Closer – Charo & Salsoul Orchestra
34º The Closer I Get To You – Roberta Flack & Donny Hathaway
35º Boogie Oogie Oogie – A Taste Of Honey
36º Sandra Rosa Madalena A Cigana – Sidney Magal
37º Sufoco – Alcione
38º Baker Street – Gerry Rafferty
39º Hopelessly Devoted To You – Olivia Newton-John
40º Wuthering Heights – Kate Bush
41º Miss You – Rolling Stones
42º Automatic Lover – D.D. Jackson
43º Querelas do Brasil – Elis Regina
44º Shame – Evelyn Champagne King
45º No Woman No Cry – Bob Marley & The Wailers
46º Terra – Caetano Veloso
47º Flor Amorosa – Maria Martha
48º I Loved You – Freddy Cole
49º Quem Tem a Viola – Boca Livre
50º Amanhã – Guilherme Arantes
51º Black Coco – Painel de Controle
52º João e Maria – Nara Leão & Chico Buarque
53º De Fogo, Luz e Paixão – Marcelo & Gal Costa
54º Easy To Love – Leo Sayer
55º La Vie En Rose – Grace Jones
56º Dreamin – Liverpool Express
57º Fool (If You Think It s Over) – Chris Rea
58º From East To West – Voyage
59º I m Sagittarius – Roberta Kelly
60º Minha Esquina – Emílio Santiago
61º Maria Maria – Milton Nascimento
62º On And On – Stephen Bishop
63º Panorama Ecológico – Erasmo Carlos
64º Rivers Of Babylon – Boney M
65º You re Too Far Away – David Castle
66º Self Pity – Lucifer
67º Sossego – Tim Maia
68º You And I – Rick James
69º Scotch Machine – Voyage
70º Apesar de Você – Chico Buarque
71º Dancin Days Medley – Harmony Cats
72º Everybody Dance – Chic
73º Face a Face – Simone
74º 14 Anos – Guilherme Arantes
75º Follow You Follow Me – Genesis
76º Vou Festejar – Beth Carvalho
77º I Will Still Love You – Stone Bolt
78º It s A Heartache – Bonnie Tyler
79º You – Rita Coolidge
80º Count On Me – Jefferson Starship
81º Cavalo Bravo – Renato Teixeira
82º Foi Assim – Fafá de Belém
83º Goodbye Girl – David Gates
84º Pai – Fábio Jr
85º Keep Doin It – Showdown
86º Keep On Jumpin – Musique
87º Kitchie Zona Sul – Ronaldo Resedá
88º Love For Sale – Boney M
89º Only The Strong Survive – Billy Paul
90º Salve o Verde – Quarteto em Cy
91º Sou Rebelde – Lilian
92º Themes From The Wizard Of Oz – Meco
93º The Loneliest Man On The Moon – David Castle
94º Amante Amado – Jorge Bem
95º You Make Me Feel (Mighty Real) – Sylvester
96º A Chave do Mundo – Marina
97º Agora é Moda – Rita Lee
98º Eu e Meu Gato – Rita Lee
99º For Once In My Life – Freddy Cole
100º Hey Baby – Harmony Cats

Vamos dar uma olhada agora como eram os interiores das casas em 78:

Cozinha colorida de laminado, era algo muito comum de se ver em 78 


 Estantes moduladas estavam em alta


Era moda ter cortinas cobrindo a parede inteira 



Samambaias e carpete, itens muito vistos em 78 



Toda casa descolada e chique tinha uma cadeira Peacock num canto



Alguns itens que faziam parte dos ambientes:


Telefone de grã-fino em 1978 


Enquanto isso nos Estados Unidos, o Atari surgia como uma novidade 


Cinzeiros eram comuns em 78, apesar de ser um objeto nojento e fedorento, tinha gente que tinha coleção. 


Televisão com controle remoto em 78, era um luxo! 


 Nos Estados Unidos, surgiam os videocassetes Betamax


Em 78, era moda ter um elefante com o bumbum virado pra porta para dar sorte 


Nessa época, havia o bom e velho telefone de discar 


Telejogo da Philco, o pioneiro dos videogames 


Quem nunca teve uma coleção de corujinhas em 78?

 Cortininha da bambu com miçangas para quem era adepto de uma vida hiponga


 O laranja é a cor dos anos 70


Copos estampados em 78, quem nunca teve?


 Estantes de macramê eram um verdadeiro desbunde!


 Produtos da Christian Gray na penteadeira, todo mulher de ter tido nessa época.

As Seivas da Phebo perfumou as mulheres em 78

 O perfume masculino Alert Limão

Outro cosmético com cheirinho de limão era o sabonete Spree, havia o desodorante também


 A atriz Chaterine Deneuve era a garota propaganda da Chanel em 78

 Charlie da Revlon, foi o perfume mais vendido naquele ano, pode-se dizer que as discotecas de 78 cheiravam à Charlie


 A deliciosa linha Sandalus da Phebo




O perfume nacional Rastro fazia sucesso entre homens e mulheres naquela época.



O perfume Polo de Ralph Lauren era lançado em 78

Jogo de jantar totalmente setentinha


 Outro ítem bem fácil de se achar em uma casa de 78, eram os potes de mantimentos em forma de cogumelo.
Rádio relógio para dormir ou acordar com os hits da discoteca.


 Televisores em plástico colorido combinavam com o estilo despojado da época.

Televisor em cores em 78, poucas pessoas tinham, era um item caro nos tempos de inflação e que tudo subia de preço da noite para o dia.


Depois da televisão, o aparelho de som 3X1 era outro eletrodoméstico que tinha o seu lugar de honra dentro de casa, de preferência, o toca disco tinha que ter uma bela tampa de acrilico fumê.







Fonte: Folha de São Paulo, Teledramaturgia, As Músicas Mais Tocadas, UOL, Veja

Mais postagens nostálgicas no blog Nostalgiarama

You Might Also Like

7 comentários

  1. Post maravilhoso! parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Uma viagem no tempo. Fantástico!!!

    ResponderExcluir
  3. Muitooo, muitoo bom, Parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  4. Que post DIVINO! (Sou suspeito porque sou apaixonado por 1978 desde adolescente). Sua pesquisa foi primorosa, João! Cada detalhe mais legal que o outro! Parabéns. :-)

    ResponderExcluir
  5. Amei seu Post, parabéns, nasci em 1978, claro que não tenho como não amar esse ano!

    ResponderExcluir