As músicas de nossa infância

outubro 24, 2010

ANOS 70




 No tempo da ingenuidade, quando as crianças brincavam nos quintais e nas ruas, a coleção Disquinho lançou alguns compactos com cantigas de rodas, que era muito comum de se ver nessa época. Também tinha um disquinho com músicas para as festas juninas.
 

A bandinha da Turma da Mônica de 1972, esse álbum foi lançado no ano em que nasci e os adoráveis personagens de Maurício de Souza faziam muito sucesso nas histórias em quadrinhos e o disco trazia a música tema de cada personagem.

Ainda 1972, a Rede Globo apresentou o programa Vila Sésamo, baseado no Sesame Street americano. A versão brasileira como não poderia ser diferente foi adaptada para a nossa realidade e a trilha sonora foi composta por Marcos Valle. O Garibaldo era azul, mas isso não fazia a menor diferença, já que as maioria das televisões no país ainda eram em preto e branco. Fiquei muito feliz por esse programa ter voltado novamente à televisão.



Em 1977, estreiava na Rede Globo, o seriado infantil baseado na obra de Monteiro Lobato, Sítio do Picapau Amarelo. Foram lançados dois álbuns, o primeiro é de 1978 e o outro foi lançado em 1982. Quem foi criança nessa época, é impossível esquecer da música tema cantada por Gilberto Gil, principalmente da "bananada de goiaba, goiabada de marmelo".


 Em 1978, em plena era Disco, As Melindrosas lançaram o álbum Disco Baby com cantigas de ninar no ritmo de discoteca.



Em 1979, A Patotinha, um grupo de quatro meninas que cantavam as tradicionais cantigas de roda em ritmos da Discoteca. Eu me lembro que festinha de aniversário moderna e antenada naquela época só tocava A Patotinha. Minhas colegas da escola, imitavam elas, frisando os cabelos.


ANOS 80



No início dos anos 80, Os Três Patinhos faziam a alegria da garotada, eles cantavam músicas com um  repertório nem um pouco infantis como a Conga, conga conga da Gretchen e Mania de Você da Rita Lee. Acho que o mais legal era ouvir as vozes engraçadas desse trio.




 Em 1980, a Rede Globo iniciou uma série de especiais infantis, A Arca de Nóe foi o primeiro e a menina Aretha, filha da cantora Vanusa, representou todas as crianças do Brasil nesse especial. O sucesso foi tanto que no ano seguinte, lançaram um segundo especial. As músicas eram os poemas de Vinícius de Moraes, foi inovador e muito inteligente. O primeiro LP trazia um encarte no qual as crianças podiam recortar os bichinhos e customizar a capa do disco. Ainda é possível encontrar os dois álbuns em várias lojas.



 Ainda em 1980, não poderia de deixar de falar do meu programa favorito, passava na Band, era a Turma do Lambe-Lambe apresentada por Daniel Azulay. Eu adorava a parte das aulas de desenho e também dos brinquedos com sucata que ele ensina. A música tema Algodão Doce era o tema de abertura do programa.





Em 1982, Pirlimpimpim comemorou o centenário de Monteiro Lobato, o musical baseado na sua obra, Aretha vai para o Sítio do Picapau Amarelo, teve grandes nomes da MPB como Moraes Moreira, Bebel Gilberto, Baby do Brasil, Zé Ramalho e Jorge Benjor. A música Lindo balão azul foi a faixa mais cantada pela garotada, uma curiosidade é que no especial quem cantava a música Rapunzel era Jane Duboc e na trilha sonora era Lucinha Lins. Os meus pais compraram a fita K7 desse especial para mim.
Em 1984, a turma do Sítio volta em Pirlimpimpim 2, com aventuras em um circo espacial, destaque para música Xixi nas estrelas de Guilherme Arantes. A cantora Gretchen virou um delírio da Cuca na faixa Milonguera da Serra Pelada.




Plunct Plact Zuuum foi um especial apresentado em 1983 e fez um sucesso estrondoso. Toda criança queria ter uma nave fantasiosa como aquela para viajar para lugares incríveis. Raul Seixas viveu o Carimbador Maluco que virou uma das faixas do LP. Também tivemos Jô Soares que interpretou um cozinheiro e cantava a música Planeta Doce
No ano seguinte apresentaram o Plunct Plact Zuuum 2, eu não gostei, sumiu a nave e as viagens ao mundo da fantasia e surge o tema divórcio. Não fez muito sucesso, pelo tema adulto demais e as músicas eram muito chatas. Raul Seixas apareceu no fim como carimbador maluco de novo, mas nem isso salvou esse especial.


 Em 1983, na Band, estreava o programa TV Tutti Frutti com os doces personagens de Ely Barbosa (irmão do autor de novelas, Benedito Ruy Barbosa). O programa era comandado pelas frutas e hortaliças, com a participação de Ticiane Pinheiro, ia ao ar, toda à noite.



No mesmo ano, a novela mexicana Chispita lançou duas trilhas sonoras, eu me lembro que a garotada da escola queria ganhar esses lps como presente de aniversário. O primeiro LP tinha a música 40 Grados de Los Maneros, essa música tocava direto na novela Guerra dos Sexos da Rede Globo, era tema da Vânia (Maria Zilda) e curiosamente não fez parte da trilha sonora internacional.
No lp Chipistas, havia sucessos da época como Mamma Maria, Ursinho Blau Blau, Billie Jean e outras, cantadas por crianças no formato de medley.



Ainda em 83, o especial Casa dos Brinquedos, vai ao ar trazendo o lirismo e a poesia das letras compostas por Toquinho. Dentre as músicas temos Bicicleta canta por Simone, MPB4 cantando a engraçada faixa Os Super Heróis e o grande Chico Buarque interpretando O Caderno. Na trilha sonora, Baby Consuelo canta Espingarda de Rolha, mas no especial foi Vanusa quem cantou a canção. O álbum ainda pode ser encontrado à venda.



Em 1983, surgiu A Turma do Balão Mágico um trio de crianças formada por Simony, Tob e Mike e cantaram e se tornaram um ícone dos anos 80. Quem não se lembra de Superfantástico com a participação de Djavan e a música Ursinho Pimpão em ritmo de cantiga de ninar? O sucesso foi tanto que a Rede Globo colocou no ar, o programa infantil Balão Mágico, com atrações musicais e desenhos animados apresentados pela turma e o extraterrestre atrapalhado e simpático Fofão.



 Ainda no mesmo ano, no dia da criança de 1983, vai ao ar o especial Turma do Pererê, do cartunista Ziraldo. A turminha bem brazuca, teve canções compostas pelo próprio Ziraldo e interpretadas por Gal Costa, Wanderleia e até Sérgio Reis.


Em 1984, na recém inaugurada Rede Manchete, seguindo a trilha do Balão Mágico, entrou no ar o programa Clube da Criança, apresentado pelo palhaço veterano Carequinha, Xuxa, Patrícia e Luciano. A música É de chocolate grudou na cabeça da garotada, a banda Absyntho com a música Ursinho Blau Blau virou um hit do verão de 84 e agradou muitos marmanjos daquela época.


No mesmo ano, a Globo apresenta o especial Tiradentes, nosso herói. Foi um musical sobre a Inconfidência Mineira, apesar de ser uma forma interessante de apresentar a nossa história,  eu me lembro que no dia seguinte, o pessoal na escola tava todo mundo comentando que esse especial tinha sido muito chato.

Em 84, foi ao ar o especial Verde Que Te Quero Ver - a lenda de Luana, com temas bem ecológicos. As canções apresentadas no programa foram: Verde que te quero ver, com Paulinho Tapajós e A Turma do Verde; Canção do despertar, com Fabiano e Aretha; Xote dos pássaros e Aguapé, ambas cantadas por Jane Duboc e A Cor do Som; Boto desbotado, com o Grupo Magazine;  Dança dos brinquedos, com Cristina Conrado e Viva Voz; Raio de luar, com Beth Carvalho;  Acalanto de Luana, com Lucinha Lins; Palhaço real, com Marcelo; Quando eu ficar grandão, com Fabiano e Viva Voz. 


No mesmo ano, em 1984, foi ao ar, o especial Uma Aventura no Corpo Humano, com Aretha, Paulo Vignolo e o cantor sertanejo Donizetti. Eu ainda tenho esse LP, as canções mostravam didaticamente o funcionamento do nosso organismo.

 

Depois do sucesso do Clube da Criança, Patrícia e Luciano se juntaram com Juninho Bill e formaram o Trem da Alegria em 1985. Nesse álbum com certeza a música Uni Duni Tê foi o grande sucesso.

 Em 85, o mundo começou a se preparar para a passagem do cometa Halley no ano seguinte, vai ao ar o especial A era dos Halleys, foi estilo Plunct Plact Zuum mas não empolgou muito, a trilha sonora foi muito chata.

Em 1985, foi a vez do Menudo, não tinha para ninguém, eles viraram uma febre e estavam em todos lugares, nas camisetas, capas de revista, posteres, etc. Eles definitivamente colocaram Porto Rico no mapa e fizeram parte dos sonhos das garotas pré-adolescentes naquela época que faziam questão da aprender cada passinho da coreografia. Até quem não era fã, não teve como se livrar da música Não se reprima que grudou como um chiclete na cabeça.




Depois da febre estrondosa da banda porto riquenha, nada mais natural que surgissem os "genéricos" do Menudo, como foi no caso da banda Dominó, que fez muito sucesso com a música Vem pra mim. O Ciclone copiava tudo do Menudo, coreografia, cabelo e etc, o sucesso Tipo One Way foi parar na trilha sonora da  novela "A Gata Comeu". A banda Tremendo era latina também só que da Argentina.


Em 1986, Xuxa vai para a Rede Globo e assume as manhãs na programação infantil no lugar do programa Balão Mágico. O LP Xou da Xuxa virou um sucesso estrondoso, vendeu 2 milhões de cópias, vendendo até mais que Roberto Carlos. Muita gente com certeza, não deve esquecer das músicas, Doce Mel, Quem qué pão e Amiguinha Xuxa.


Dentre as bandas apresentadas no Xou da Xuxa, tinha Os Abelhudos que fizeram muito sucesso com a música Vovó Gatinha. Eles haviam feito sucesso antes com a música O Dono da Terra apresentada no Festival dos Festivais.

Ainda em 1986, na extinta Rede Manchete, ia ao ar o programa Lupu Limpim Clapla Topô com apresentação de Lucinha Lins e Cláudio Tovar.


Em 1987, o SBT inicia o programa infantil Show Maravilha, com a baiana Mara Maravilha. Uma das músicas que destacou nesse álbum foi Bola de Cristal no qual ela canta com Baby do Brasil.

 A Band também lançou seu programa infantil de auditório em 87, TV Criança teve como uma das apresentadoras, Sandra Annenberg (a garota do shortinho vermelho)

 Seguindo a linguagem dos especiais da Globo, em 1987, a Band lançou o programa ZYB Bom com os apresentadores Rodrigo Faro, Aretha, Jefferson, Rafael Vanucci, Samantha e Juliana.


Com o fim do programa Balão Mágico na Globo, o personagem Fofão migrou para Band em 88 e ganhou seu próprio programa.




Em 1987, depois dos grandes sucesso com os volumes 1 e 2 do Xou da Xuxa, a rainha dos baixinhos lançou o Karaokê da Xuxa e no mesmo ano a Atma lançou o Microfone da Xuxa, ou seja, quem ganhasse o disco iria querer o microfone também para soltar o gogó. O LP tinha as melhores músicas dos dois volumes do Xou da Xuxa em versão karaokê e músicas inéditas como Estrela Guia e Papai Noel dos baixinhos que acabaram se tornando símbolos de Natal para muitas crianças nos anos 80.



 Ainda em 1987, vai ao ar, o especial da Globo, Canção para todas as crianças, mais uma vez com letras de Toquinho. Baseado na Declaração dos Direitos Universais das Crianças, aprovada pela Organização das Nações Unidas em 1959, teve músicas como Deveres e direitos, Gente tem sobrenome, Be-a-bá, Cada um é como é, Errar é humano, Natureza distraída e É bom ser criança.



No final dos anos 80, toda menina sonhava em pintar o cabelo de loiro e virar "paquita" da Xuxa. Elas lançaram o seu álbum em 1989, tinha alguns sucessos como Fada Madrinha e Ei Dona.


Em 1988, a lourinha Angélica que apresentava o Clube da Criança na Rede Manchete, lançou o seu álbum com a faixa Vou de Taxi, que virou um dos grandes hits daquele ano. Essa música era a versão em português da música Joe Le Taxi gravado por Vanessa Paradis, que hoje é casada com o ator Johnny Depp.



ANOS 90

Depois das Paquitas, os Paquitos do programa Xou da Xuxa também lançaram o seu álbum em 1990. Nesse álbum se destaca a música Como eu te amei que é uma versão em português da música Baby, I love way de Peter Framptom.


A década de 90 começou com um programa muito inteligente e criativo na TV Cultura, Rá Tim Bum teve sua trilha sonora composta por Edu Lobo e teve músicas de estilo das nossas raízes brasileira.

 Em 1992, a Globo tenta retomar os especiais infantis com A Nave Mágica exibido na parte da tarde ao invés à noite como os outros programas eram exibidos, mas os tempos mudaram e o negócio não emplacou, tanto que ninguém nem lembra disso.



Em 1993, o Xou da Xuxa sai de cena e entra a cachorrada da TV Colosso para a programação infantil. O curioso é quem cantava a música tema do programa Eu não largo o osso eram as Paquitas. Com certeza, quem foi criança naquela época não vai esquecer da Priscila, Gilmar, Capachão, Paulo Paulada e das pulgas que viviam sabotando a emissora canina.



Em 1993, Eliana apresentava o Bom Dia & Cia no SBT, os chapéus coloridos eram a sua marca registrada. Ela lançou o álbum Os Dedinhos que fizeram muito sucesso com as crianças na faixa pré-escolar com músicas como O sapo não lava o pé e Fui morar numa casinha.



Em 1991, os filhos do cantor sertanejo Xororó lançaram o álbum Aniversário do Tatu, com destaque para a faixa Casamento Natural. Depois disso lançaram vários álbuns juntos e até seriado na Rede Globo.



Em 1994, estréia na Tv Cultura, Castelo Rá Tim Bum.Um programa muito criativo e educativo, tudo isso dentro de um castelo mágico, habitado por Nino, seu tio Dr. Victore a bruxa Morgana, juntamente com a cobra Celeste , o monstro Mau e o gato Pintado.




Em 1997, a novela Chiquititas no SBT caiu no gosto da criança que não perdia um capítulo, era uma adaptação de uma novela argentina. Chiquititas foi o debute de vários atores e atrizes atualmente na telinha como Fernanda Souza, Carla Diaz, Jonatas Faro, Bruno Gagliasso e os irmãos Stephany e Kayky Brito. Virou uma febre, todas as crianças queriam fazer as coreografias de música Remexe e Berlinda que faziam sucesso na novela.

You Might Also Like

7 comentários

  1. Amei, nossa relembrei minha infância toda pena que não acho mais o disco de vinil amarelo dos Tres Patinhos ...eu me diverti muito dançando e cantando.Obrigado bjs Eli

    ResponderExcluir
  2. Adorei a retrospectiva dos anos 70! Em tempo, sobre os 80, Patrícia e Luciano não são irmãos. Bj, e obrigada por reunir tantas informações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua observação, eu já corrigi o post

      Excluir
  3. Parabéns pelo trabalho, me ajudou muito! Era exatamente o que estava procurando!!

    ResponderExcluir
  4. A PATOTINHA eram as melhores!!!!

    ResponderExcluir
  5. Ótima compilação. Faltou a trilha sonora da peça teatral Os Saltimbancos. Também incluiria a trilha sonora do filme Saltimbancos Trapalhões e o disco de festa junina dos trapalhões. Esse eu perdi a fita K7.

    ResponderExcluir
  6. fazer uma correção, o menudo foi lançado em 84 e além do disco mania teve o disco reaching out com like a cannonball e if you're not here q tava na trilha da novela partido alto. qto ao dominó, a música vem pra mim é do primeiro disco mas os sucessos são companheiro, ei garota e ela não gosta de mim, depois veio jura de amor, p da vida, manequim, medusa, com todos menos comigo, hey baby, bruta ansiedade, paraíso e nada pra mim.

    ResponderExcluir

Instagram