Retratos de Disquetes

quarta-feira, setembro 25, 2013


No fim dos anos 90, os discos flexíveis ou disquetes como eram popularmente conhecidos, reinavam absolutos com sua capacidade de 1.44 MB. Para se instalar um programa eram necessários vários deles. Mas com a chegada do CD, DVD, pen-drive e agora o armazenamento de dados em nuvens, eles viraram um item jurássico.
O artista Nick Gentry utiliza esse material obsoleto como telas para pintar retratos, o curioso é que ele deixa o centro do disquete como olho das pessoas.












Via

You Might Also Like

0 comentários