A Frágil Casa de Porcelana Chinesa

julho 07, 2012

Zhang Lianzhi, um rico empresário chinês de 50 anos, dono de uma rede de restaurantes por toda China, tem uma verdadeira adoração pela porcelana de seu país, e coleciona peças de várias dinastias. Mas a sua excentricidade fica por conta da casa da dinastia Qing em Tianjin, que comprou por cerca de U$ 160.000,00. 
À partir daí, ele passou a reformar a residência, revestindo-a com peças danificadas de porcelanas, cobrindo 3 mil metros quadrados, 400 milhões de cacos de porcelana, 16 mil objetos, 300 esculturas em mármore branco e 20 toneladas de cristais naturais. 
80% do revestimento da casa é exclusivamente de peças de porcelanas quebradas ou danificadas.  O pátio da casa foi coberto com 3 mil vasos. 
Quatro dragões de 200 metros de comprimento, feitos também de pedaços de porcelana circundam a mansão. 
Quando sai o sol, toda a casa brilha chamando a atenção de quem está passando na rua. A casa  Yuebao ou simplesmente Casa de Porcelana, como é conhecido por todos, é verdadeiramente, um finíssimo bibelô. 









You Might Also Like

0 comentários